Mulheres em construção

Quem Somos

Mulher em Construção é uma organização do terceiro setor que forma mulheres para o mercado da construção civil.  A ONG tem por objetivos:

  • desenvolver cursos de formação na área da construção civil para mulheres;
  • promover a autonomia, a cidadania e o empoderamento das mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica e de violência doméstica; 
  • inserir as mulheres no mercado de trabalho predominantemente masculino, contribuindo assim para a redução da desigualdade e da discriminação de gênero no trabalho. 

A ONG foi criada a partir de um projeto piloto implementado em 2006, no município de Canoas (RS). Por meio de parcerias entre profissionais e empresas ligadas à área da construção civil, foi criada a instituição “Mulher em Construção”.

Já ofereceu 11 oficinas de pequenos reparos e 5 cursos, capacitando mais de 3960 mulheres nas especialidades de pedreiras, pintoras, azulejistas, ceramistas, eletricista e hidráulica. Desenvolvidos  por profissionais ativos na área, os cursos acontecem em locais que necessitam de reparos e são focados no diálogo e pratica entre professores/as e alunas. Além disso, contam com conteúdos como tolerância, respeito das diferenças individuais e desenvolvimento de consciência social crítica.

Desde então, a ONG vem disseminando sua metodologia em cursos de formação profissional para mulheres em parceria com organizações do primeiro, segundo e terceiro setores interessadas em promover abertura de espaços para a inserção da mulher na construção civil. Os treinamentos incluem leitura e interpretação de planta baixa, empreendedorismo e cooperativismo; e desenvolvimento de pensamento crítico com relação a sexualidade, autoestima, relações interpessoais em local de trabalho.

NOSSA HISTÓRIA

No projeto piloto em 2006, Bia Kern teve a iniciativa de firmar parceria entre professores voluntários e empresas ligadas à construção civil para ensinar a mulheres técnicas de pintura predial e texturas.  Mais de 300 interessadas se inscreveram para ocupar 25 vagas disponíveis. As aulas teóricas e práticas foram realizadas no Asilo Lar da Fraternidade, beneficiando os moradores com a remodelação das instalações internas.

O sucesso da iniciativa levou à formação da instituição Mulher em Construção que, de lá para cá, já atendeu quase 4000 gaúchas diretamente com cursos e oficinas gratuitas de capacitação para diversas áreas da construção civil e 15.840 de forma indireta.

Desde então, a ONG vem disseminando sua metodologia em parceria com diversos órgãos públicos e empresas que reconhecem a importância do projeto e apostam na inserção da mulher na construção civil devido a seu grande potencial produtivo e de organização.